Parnaso em Fúria 01

A lírica de Felipe D´Castro...

Da hipocrisia, amém.



Há mais que serpentear-te, amor meu,
Que estes teus olhos por mais cansados,
Que estes teus olhos indeterminados,
De sujeito oblíquo-iníquo-aquileu.

Há mais que ter-te, ter-te mais que eu,
Ter-te nos ombros o “s” ajeitado
Do sinuoso balé ensanguentado
Das veias carnais do teu sacro Deus.

Há a mais que ter-te a fama de não sê-lo,
E a fama exaustivamente diabólica
De quem carrega do vão inferno os selos.

E imóveis, com os dedos firmes em mim,
Como umas miseráveis parabólicas,
Hipocritizam viver serafins.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...